Nanotubos de carbono podem ser o futuro das baterias solares

Utilizando nanotubos de carbono ao invés do tradicional silício, os cientistas da Universidade de Cornell criaram os elementos básicos para a futura geração de baterias solares, que prometem ser mais eficientes na geração de eletricidade que os compostos presentes nas atuais baterias.

Os pesquisadores fabricaram, testaram e mensuraram uma simples célula solar chamada fotodiodo, formado a partir de um nanotubo de carbono individual. Relatado em 11 de setembro na revista Science, os cientistas – liderados por Paul McEuen, professor de física da Goldwin Smith e Jiwoong Park, professor assistente de química e bioquímica – descrevem como seu dispositivo converte a luz em eletricidade de uma maneira extremamente eficiente que multiplica a quantidade de corrente elétrica presente no fluxo de energia.

De acordo com a equipe, este processo poderá revelar-se importante para a próxima geração de células solares de alta eficiência.

Fonte: Adrenaline

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: